Não mexam nos nossos direitos!

A cada instante uma gama de informações diferentes que não esclarecem nada.  Uma verdadeira “colcha de retalhos” que só serve para confundir o conjunto dos trabalhadores que, desta forma, ficam à mercê de um mar de incertezas sobre como serão as coisas daqui para frente.

É assim que o governo vem tratando a questão das reformas trabalhista e previdenciária que pretende implementar à custa da retirada de direitos, lançando dúvidas pelo ar para tentar mascarar suas verdadeiras intenções.

As centrais estão unidas e mobilizadas para esclarecer aos trabalhadores sobre os prejuízos que vêm embutidos nesta ação. Aumentar a carga horária de quem está trabalhando, criar uma idade mínima entre homens e mulheres para efeito de aposentadoria e desvincular o reajuste dos benefícios do aumento do salário mínimo, entre outras mazelas, são medidas que, além de impopulares e atrapalhadas, só nos trarão prejuízos, e isto não podemos aceitar. Manifestações serão realizadas por todo o País contra estes abusos pretendidos pelo governo.

Vamos nos manter mobilizados contra essas reformas descabidas do governo e prontos para demonstrar todo o nosso descontentamento. Engordar os cofres públicos, fazer caixa retirando direitos não é coisa de quem objetiva o desenvolvimento e o crescimento econômico. É coisa de quem se curva aos grandes especuladores de plantão!