Carta curta e grossa para a presidente Dilma

Cara Dilma,

Não sei se a senhora já está sabendo mas no próximo dia 18 de março (se não inventarem mais nenhuma desculpa, ou manobra!) a Câmara dos Deputados irá votar a PEC que prorroga a Zona Franca de Manaus por mais 50 anos. Acho bom que a senhora atente para essa data e para o que ela significa não apenas para o povo do Amazonas, mas também para todo o Brasil. Pois com a mais absoluta certeza não se trata de uma votação qualquer. Em jogo estão muito mais que incentivos fiscais dados às indústrias que produzem no Polo Industrial de Manaus, em jogo estão os destinos de milhões de brasileiros, pais e mães de família que merecem justiça, respeito e o direito de trabalhar com dignidade e paz. Em jogo, presidente Dilma, está a Amazônia e a sua rica biodiversidade, absolutamente fundamentais para nosso país e para todo o planeta e que, conforme atestam vários estudos científicos, tem sido preservada em grande parte devido à existência da Zona Franca de Manaus.

Em jogo está também, prezada governante, a sua própria reputação e a sua honra! A prorrogação é um compromisso seu de campanha, reiterado diversas vezes nos últimos anos e que infelizmente tem demorado a ser cumprido, o que tem causado dúvidas, desconfianças e incertezas a nossa gente.

Portanto é chegada a hora, presidenta eleita com um milhão de votos no Estado do Amazonas, de colocar em ação todo o seu poder e a sua tropa de aliados e garantir, de uma vez por todas, a tão esperada e merecida prorrogação do trabalho, da dignidade e do futuro do nosso povo.