Zé Silva: Situação das veredas no cerrado brasileiro é tema de debate na Câmara dos Deputados

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS) promoverá, na terça-feira, 11, no plenário 10 anexo II, da Câmara dos Deputados, audiência pública para debater o tema: “Situação das veredas no cerrado brasileiro”. Deputado Zé Silva, autor do requerimento afirma que o debate é indispensável e tem como objetivo evitar danos irreversíveis ao meio ambiente. “O Brasil vive um momento de crise hídrica e as veredas do cerrado brasileiro estão em um processo de degradação colocando em risco o meio ambiente para as gerações futuras”, afirma o deputado Zé Silva.

O deputado Zé Silva, destaca a obra de Guimarães Rosa, “O grande sertão: veredas” que na sua avaliação é uma das mais importantes da literatura brasileira.

“Nenhum outro escritor falou tanto sobre os Buritis e as veredas que compõem as paisagens do Cerrado brasileiro, mas precisamente do norte e noroeste de Minas Gerais, bem ilustrada pela reportagem do jornalista, Luiz Ribeiro e equipe, onde toda a realidade e clareza, me entristeceu, logo eu, que vim do meio rural e conheço, cada município por onde o repórter passou, conheço as comunidades rurais, nosso pantanal mineiro, Pandeiros, que hoje possui praticamente 1/3 do tamanho original, local de grande reprodução  de grandes quantidade de espécies de peixes do Velho Chico, então, por ser conhecedor da região e saber de suas necessidades irei realizar esse importante debate”, Zé Silva.

A pesquisadora do Departamento de Biologia da Universidade Estadual de Montes Claros,Maria das Dores Magalhães Veloso, esclarece que ao longo de 60 anos, praticamente todas as veredas já sofreram algum tipo de impacto e várias estão completamente secas, resultado de incessante degradação. “Danos que deixam suas marcas nas dezenas de mananciais secos e no sofrimento de centenas de famílias, animais e aves.O veredito é trágico, 70% das veredas estão ameaçadas de desaparecer em curto prazo”, afirma.

O parlamentar destaca que no Congresso Nacional existem inúmeras proposições importantes tramitando, onde a preservação do meio ambiente é destaque e afirma, que por meio da audiência que contará com a participação de pesquisadores, jornalistas, parlamentares, representantes municipais e defensores do meio ambiente, vai motivar a partir dessa realidade no cerrado brasileiro, a elaboração de proposições e indicações ao governo federal, um mecanismo motivacional para que os “guardiões” do meio ambiente, tais como: os agricultores, os ribeirinhos e os pescadores artesanais que cuidam do meio ambiente sejam remunerados.

“O objetivo é torna a Agência Nacional das Águas e a  Agência Nacional de. Assistência Técnica e Extensão Rural – Anater, parceiras no auxílio à preservação e fiscalização do meio ambiente e do cerrado brasileiro”, conclui o deputado Zé Silva.

Foram convidados para audiência:

– Maurício Fernandes, Coordenador da Área Técnica de Manejo de Bacias da Emater/MG – Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (*)

– George Fernando Lucílio de Brito, Chefe de Gabinete da Codevasf/MG – Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba do Estado de Minas Gerais (*)

– Rutílio Eugênio Cavalcanti, Prefeito do Município de Urucúia do Estado Minas Gerais (*)

– Alexandre Guzanshe, Jornalista do Jornal Estado de Minas

– Luiz Ribeiro, Jornalista do Jornal Estado de Minas (*)

– Maria das Dores Magalhães Veloso, Pesquisadora do Departamento de Biologia da Unimontes – Universidade Estadual de Montes Claros