Solidariedade tem contas aprovadas pelo TSE

Do total de 32 partidos políticos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 2014, o Solidariedade está entre as 12 legendas que tiveram suas contas aprovadas pelos ministros na aplicação do fundo partidário daquele ano.

O Solidariedade mostra, mais uma vez, que trabalha com seriedade e muita transparência na atuação partidária, cumprindo fielmente com as determinações legislativas.

A decisão do TSE demonstra que não foram verificadas a existência de falhas e omissões que comprometam a regularidade das contas e atribuiu a sua aprovação. No entanto, vinculou ressalvas na aplicação ao percentual mínimo de investimento em programas de estímulo à participação feminina na política.

Destacamos que o Solidariedade é o partido que mais investe e apoia a participação feminina nas esferas de poder, tanto que é pioneiro e exemplo em formação política para mulheres.

Mais de 62% dos partidos tiveram suas contas reprovadas e, a maioria das agremiações, terão a suspensão do repasse de cotas do fundo partidário.

A obrigatoriedade de prestação de contas é exigida anualmente aos partidos políticos e encontra-se disciplinada no Capítulo I do Título III da Lei nº 9.096/1995.