Solidariedade indica Arthur Maia e Paulinho para Comissão da Reforma Política

O líder do Solidariedade na Câmara, deputado Arthur Oliveira Maia (BA), e o presidente nacional do partido, deputado Paulo Pereira da Silva (SP),  serão os representantes do partido na comissão especial que vai analisar a proposta de reforma política (PEC 352/13). Maia será o titular e Paulinho, o suplente.

A indicação dos integrantes do colegiado foi feita nesta quinta-feira (5) ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha. A comissão especial foi criada na quarta-feira (4) e terá 33 titulares, igual número de suplentes e um membro adicional para rodízio entre as menores bancadas.

Por sugestão de Arthur Oliveira Maia, outras PECs que também tratam da Reforma Política vão ser analisadas em conjunto com a 352/13. “Fiz essa proposta para impedir que aqueles que se colocavam contra a abertura imediata da comissão especial – por considerarem que a PEC 352 não reflete o conjunto das possibilidades da reforma política – mudassem o posicionamento. Agora poderemos ter um ambiente de amplo debate, em que produziremos a reforma que o Brasil precisa e deseja. Entendemos que o Brasil é mais importante que qualquer partido político”, destacou o líder do Solidariedade.

Entre outros pontos, a PEC 352 acaba com a reeleição do presidente da República, dos governadores e prefeitos; põe fim ao voto obrigatório, que se torna facultativo; e muda as regras das coligações para a eleição de deputados federais. A proposta resultou do Grupo de Trabalho de Reforma Política da Câmara dos Deputados.