Solidariedade e movimentos sociais organizam manifestação do dia 15

Paulinho da Força, presidente do Solidariedade, se reuniu nesta sexta-feira, 13 de março, com representantes de movimentos sociais para organizar a manifestação do próximo domingo, dia 15, contra o governo Dilma Rousseff.

A perspectiva é que a manifestação reúna milhões de pessoas na avenida Paulista e em dezenas de outras cidades do Brasil.

“Até as partidas de futebol mudaram de horário no domingo para não coincidir com a manifestação”, disse Paulinho, prevendo o sucesso da manifestação.

Em São Paulo, na avenida Paulista, ela está marcada para começar às 14 horas e a orientação é evitar qualquer tipo de provocação e baderna.

Os organizadores da manifestação prometem colocar diversos carros de som e intensificar nos próximos dias os protestos contra Dilma e o PT que, segundo eles é o governo mais corrupto dos últimos anos.