Solidariedade e oposição pedem que PGR investigue Dilma, Lula e Jaques Wagner

O Solidariedade, em conjunto com os partidos PSDB, DEM e PPS, entrou com três representações na Procuradoria Geral da República para que o órgão investigue Dilma, Lula, Edinho Silva e Jaques Wagner.

Os documentos argumentam que conversas telefônicas divulgadas na última semana atestam que Dilma e os ministros usaram seus cargos para defender interesses particulares e obstruir a Justiça. Para o líder do Solidariedade na Câmara, Genecias Noronha (CE), a oposição é uma ferramenta de luta do Brasil e não pode permitir que aos desmandos do Governo Dilma continuem sem investigação.

“Nós não entendemos que governo é esse! Com a maior cara de pau prioriza seus interesses e confabula nas costas dos brasileiros para tramar um golpe atrás do outro. Querem travar a Lava-Jato para não incriminar o Lula. A nomeação dele como ministro é um exemplo. A oposição sabe do seu valor e vai lutar pelo interesse da população e nesse espírito vamos trabalhar até conseguir tirar o PT do poder”, destaca.