Políticas públicas e educação ambiental

Hoje é comemorado o Dia Nacional da Educação Ambiental. A data tem o intuito de lembrar os governos sobre a importância da existência de políticas que tenham como objetivo a educação ambiental para a preservação do meio ambiente. Nestes últimos anos marcados por desastres, temos ainda de lembrar dos problemas ambientais que se tornaram mais relevantes e as discussões sobre questões de políticas públicas ligadas à agenda ambiental no país.

A educação ambiental, que hoje tem como principal foco a prática de políticas para a diminuição do desmatamento e redução do efeito estufa, precisa ser trabalhada para que empresas, sociedade e governo estejam em sintonia e  ssim seja possível contribuir com o equilíbrio do ecossistema.

Ainda existe uma dificuldade de desenvolver programas que visem garantir um desenvolvimento sustentável nos municípios devido ao pouco investimento em políticas públicas. Mesmo com a existência de programas, é preciso reforçar a capitalização em educadores, traçar estratégias de comunicação, criar estruturas educadoras nas escolas municipais, desenvolver espaços que propõem a realização de projetos e ações sustentáveis.

Diante do cenário de crise ambiental que se encontra o país, a inserção de mais atividades e políticas públicas para que o cidadão compreenda a realidade em que vivemos se faz extremamente necessária.

Nesse contexto, nosso trabalho na Câmara Federal é continuar aprovando projetos de leis e normas com o intuito de evitar a continuidade de desastres que acometem os brasileiros e o meio ambiente.

Bosco Saraiva é deputado federal e presidente do Solidariedade pelo Amazonas (AM)

Foto: Depositphotos.com