Laércio defende a redução de ministérios de 39 para 15

Recentemente o governo anunciou uma série de aumento de impostos que vai incrementar os cofres do governo em R$ 20 bilhões esse ano, além do aumento da inflação. Esse cenário tem gerado grande insatisfação na população que está se manifestando em todo o Brasil. O deputado federal Laércio Oliveira acredita que o governo deveria tomar medidas concretas para economizar e não penalizar ainda mais o povo brasileiro que já paga tantos impostos. Uma das medidas deveria reduzir o número de ministérios de 39 para 15.

“A arrecadação é concentrada no governo central. A divisão é desigual: a União, do total de impostos, fica com 67%; os Estados e Municípios ficam com 33%. Exatamente por isso, o governo federal é o que mais tem condições de conter gastos”, disse Laércio Oliveira.

Na Câmara dos Deputados, uma proposta de emenda à Constituição (PEC) pede a redução de ministérios foi pautada para essa semana na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). “Já que o governo defende um controle nos gastos, atingindo inclusive os direitos dos trabalhadores, o ideal é que o corte também seja feito no próprio governo”, disse Laércio.

“O governo responderia aos anseios das manifestações se diminuísse o número de ministério e de cargos, mas até agora só anunciou um pacote anticorrupção e a Reforma Política, que são importantes, mas por si só não atendem às reivindicações”, disse Laércio, acrescentando que é fundamental que em um momento em que se propõe ao país um ajuste das contas públicas, o poder Executivo dê uma demonstração clara e inequívoca com o compromisso do corte de gastos.