Deputados de oposição acertam como será o rito do impeachment para esta semana

O presidente do partido Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força, acertou hoje com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e com partidos da oposição, a agenda para pressionar e agilizar o rito do impeachment para esta semana.

O Solidariedade está convidando todos os parlamentares de oposição e descontentes de partidos aliados, como do PMDB, para acompanhar a votação, na próxima quarta-feira, 16, no STF (Supremo Tribunal Federal), sobre a Comissão do Impeachment. Paulinho combinou com o presidente da Câmara que não haverá sessão até o final do julgamento.

Após a decisão do STF, o presidente da Câmara iniciará os trabalhos – seja recompondo a Comissão do Impeachment ou iniciando uma nova Comissão – já na quinta-feira (17) como forma de agilizar os processos. “Temos de dar uma resposta rápida aos anseios das ruas”, adianta Paulinho da Força.

Vale ressaltar que, após a instalação da Comissão, a Câmara tem quinze sessões para a votação acontecer no Plenário. A intenção é que estas ocorram em cerca de três semanas.