Deputado Zé Silva é eleito líder da bancada do Solidariedade

Os parlamentares do Solidariedade na Câmara elegeram por aclamação, nesta quarta-feira (05), o deputado Zé Silva (MG) como líder da bancada em 2020. Em reunião, os integrantes escolheram o mineiro para suceder Augusto Coutinho (PE), que ocupava a vaga desde fevereiro de 2019. Na liderança, Silva afirma que irá priorizar o fortalecimento e a união do grupo em torno dos temas que afetam os brasileiros, como a reforma Tributária, o licenciamento ambiental e um novo marco regulatório da mineração.

Nascido em Iturama (MG) em 1963, José Silva Soares, o Zé Silva, está no terceiro mandato como deputado federal pelo Solidariedade-MG, do qual é presidente estadual. É engenheiro agrônomo e extensionista rural, com especializações em piscicultura, solos e meio ambiente. Sua principal atividade na Câmara tem sido em torno da agricultura familiar e do combate à destruição ambiental provocada pela ocupação irregular do solo.

Em 2018, coordenou a comissão externa que estudou as obras em que há recursos do Orçamento Geral da União e estão paradas. Após a experiência, o deputado escreveu e publicou o livro “Obras Paradas: entraves para o desenvolvimento do Brasil”, em 2019.

No último ano, Zé Silva coordenou a comissão externa destinada a acompanhar as investigações e os desdobramentos relacionados ao rompimento da barragem de Brumadinho-MG. Do colegiado, saíram nove projetos de lei prevendo mais rigor no licenciamento ambiental, segurança das barragens e definição de responsabilidades na área de mineração – cinco deles já foram aprovados na Câmara e seguiram para o Senado. O parlamentar também foi vice-presidente da CPI que investigou o caso.

Zé Silva é coordenador de Comunicação da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e da Frente Mista de Agricultura Familiar. Preside a Frente Parlamentar de Assistência Técnica e Extensão Rural e foi o idealizador e primeiro presidente da Subcomissão de Agricultura Familiar e Extensão Rural. Na Câmara, também tem atuado na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural e na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

Fora do Congresso
O deputado ainda acumula larga experiência para além do parlamento. Presidiu a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) do estado de Minas Gerais de 2003 a 2010, período em que participou da equipe de formulação do Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI).

Foi criador e gestor do Programa Minas sem Fome, membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Minas Gerais e membro do Conselho Estadual de Política Agrícola. Foi eleito por três mandatos para presidir a Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), onde atuou de 2005 a 2010, liderando um amplo movimento nacional de renovação das diretrizes e gestão da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).

Também participou da gestão do Governo de Minas como Secretário de Estado de Trabalho e Emprego, em 2013. Em 2014, foi Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, com horizonte de 2015 a 2030.