Deputado Francischini pede explicações do Ministério da Pesca sobre ilegalidades

O deputado federal Fernando Francischini (Solidariedade-PR) protocolou, na última quinta-feira (15), requerimento na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara para que o secretário-executivo do extinto Ministério da Pesca, Clemerson José Pinheiro, e o superintendente do Ibama em SC, Américo Ribeiro Tunes, prestem esclarecimentos acerca de investigação da Polícia Federal que apurou concessão ilegal de permissões de pesca industrial.

Os dois foram presos juntos com outros servidores públicos, na manhã de sábado (17), em operação da Polícia Federal que desarticulou organização criminosa ligada ao Ministério da Pesca e ao Ibama, que integrava esquema suspeito de benefícios ilícitos na pesca industrial. “O Brasil acorda hoje com mais esse escândalo envolvendo um ministério que já nem existe, mas que serviu como loteamento de benefício desse Governo que, dia após dia, mostra que aparelhou a máquina pública para alimentar seu projeto de poder. Faço esse requerimento em nome de todo cidadão de bem que não aguenta mais ver seu dinheiro escoar para o enriquecimento ilícito”, afirma Francischini.

De acordo com a PF, várias embarcações licenciadas não tinham requisitos legais para obter a autorização para a prática da pesca industrial. Ao longo da investigação, mais de 240 toneladas de pescado capturado de forma ilegal foram apreendidas em abordagens da PF em diversos pontos da costa brasileira.