Solidariedade: “Brasil deixa para trás capítulo vergonhoso de escândalos de corrupção” – Estadão

O Solidariedade, um dos partidos que liderou o movimento de impeachment da presidente Dilma Rousseff, acredita que a votação concluída há pouco no Senado faz com que o Brasil deixe para trás “um capítulo vergonhoso de escândalos de corrupção sem precedentes, que manchou a honra e a autoestima do nosso povo”. O processo, apontado como golpe pela própria presidente Dilma e por outros líderes da base governista, sedimenta a democracia brasileira, na visão do partido.

Continue lendo