Brasil reduz projeção de carga de energia em 2019, mas eleva expectativa para 2020 – R7

A carga de energia do sistema elétrico interligado do Brasil deverá fechar 2019 com avanço de 2,1% na comparação anual, abaixo de estimativa anterior de alta de 2,7%, apontaram em boletim nesta quinta-feira a estatal Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e órgãos técnicos do setor.

Em 2020, a carga– que representa soma do consumo com as perdas na rede elétrica — deverá avançar em ritmo bem maior, de 4,2%, contra 3,7% na previsão anterior, ajudada por um melhor desempenho da economia, segundo as projeções oficiais, realizadas com apoio do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Entre 2021 e 2024, a expectativa é de expansão de 3,7% ao ano na carga elétrica, segundo os dados, os primeiros para o período 2020-2024.

Continue lendo