Veto de Dilma mostra desprezo pelos aposentados

Ao vetar o reajuste das aposentadorias pelas mesmas regras do salário mínimo, a presidente Dilma Rousseff mostra, mais uma vez, o quanto despreza os aposentados.

Como todos sabem, desde 2008, graças à pressão das centrais sindicais, o salário mínimo vem sendo reajustado com a reposição da inflação pelo INPC do ano anterior, mais o aumento do PIB de dois anos antes. Quando o país estava crescendo e a inflação não era tão alta, o salário mínimo teve reajustes expressivos, que superaram em muito a taxa de inflação. Como os benefícios dos aposentados só receberam a reposição da inflação, chegou-se a uma situação em que quase 80% dos 28 milhões de pensionistas do INSS recebem apenas UM salário mínimo, ou seja, R$ 788.

Em 2016, o salário mínimo só terá aumento real, além da inflação, de apenas 0,01%, pois essa foi a estimativa do crescimento do PIB em 2014. E nem isso Dilma quer dar aos aposentados. Ao mesmo tempo, ela deixa disparar a inflação, que aumenta o preço de alimentos, remédios e todo tipo de produto indispensável aos aposentados. No Brasil de hoje, só os banqueiros estão rindo à toa, com a mais elevada taxa de juros do planeta. Com esses, Dilma não mexe.

A extensão do reajuste do salário mínimo aos aposentados, que agora Dilma vai vetar, foi aprovada na Câmara dos Deputados e no Senado. E nós, do Solidariedade, vamos fazer de tudo para derrubar no Congresso mais essa maldade do governo Dilma Rousseff contra quem ajudou a construir este país.