28 de abril: um dia para entrar para a história!

O “Dia Nacional de Paralisações, Atos e Greves”, organizado pelas centrais e a ser realizado no próximo dia 28, tem tudo para tornar-se um marco histórico na resistência da classe trabalhadora contra as frequentes ameaças do governo de, sob a alegação de sanar os cofres públicos, suprimir direitos de todos os brasileiros que trabalham formalmente.

Só que, para que alcancemos este objetivo, é necessário que todos participem maciçamente dos atos e das paralisações que acontecerão por todo o País contra as propostas de reformas na Previdência Social e trabalhista que o governo quer impor a todos os brasileiros, lançando escuridão total sobre a luz de um futuro melhor e mais digno. Precisamos de milhões de brasileiros nas ruas manifestando-se e paralisando suas atividades mostrando que não aceitamos retrocessos.

No dia 28 sair de casa para trabalhar, para ir à escola ou cumprir qualquer outro compromisso será muito complicado. Não haverá ônibus, trens ou metrô. Boa parte do comércio deverá parar, assim como empresas e bancos, entre outros serviços. Sair de casa, só para reivindicar e demonstrar todo o nosso descontentamento com a maldade que querem nos impor.

Faça sua parte! É o futuro de todos os brasileiros que está em jogo! No dia 28 vamos tomar as ruas do País contra a retirada de direitos! Contamos com você!