Procurarás a justiça, nada além da justiça

Iniciou-se, nesta segunda-feira (21), a semana de oração pela unidade dos cristãos. Semana esta que busca relacionar em diálogo e momentos de orações em comuns, as várias igrejas históricas da reforma ou não, para uma busca de pontos teológicos e litúrgicos que favoreçam a unidade apesar das divergências teológicas separadas pelos séculos.

Por sua vez, com o alvorecer da globalização permeada pelo encontro das várias culturas e religiões, a semana também é relacionada pelo diálogo ecumênico com as outras religiões. E neste ponto é de se destacar a importância deste trabalho que além de gerir um diálogo de paz entre os povos retirando a falácia que as religiões são o germe da violência, na prática se é desenvolvido trabalhos conjuntos nas áreas de assistência social em países necessitados, projetos de justiça e política social a favor dos direitos da vida humana em toda a sua integridade.

Neste ano, o tema “procurarás a justiça, nada além da justiça” coloca os homens de fé numa posição de atuação no mundo da vida política, onde a corrupção, o desequilíbrio econômico, e a mentalidade tecnicista hedonista do homem secular capitalista afeta a caridade, a solidariedade e a compaixão com os mais simples, pobres e relegadas a miséria e ignorância no mundo.

É dever não somente de oração, mas de oblação, ou seja, de doação para que a vida humana seja na sua plenitude digna de filhos de Deus. Pois, onde a há verdadeira justiça, ali há caridade, distribuição equitativa entre os homens e responsabilidade comum com a casa de todos, o planeta terra.