Participação da Mulher na vida política

O dia 08 de Março, dia Internacional da Mulher, convida-nos a uma reflexão sobre as mulheres e o mundo da política.

Pensar no papel social desempenhado pelas mulheres na sociedade brasileira é sempre um exercício interessante, principalmente quando levamos em consideração uma sociedade como a nossa, construída sob fundamentos machistas, na qual o homem sempre ocupou o espaço público e a mulher, o privado.

Mas, e na política, ainda temos um espaço fechado entre os homens? Não, isso vem mudando, e a participação política das mulheres é prova disso, seja como eleitoras, seja como candidatas a cargos públicos, mas tal mudança ocorre a passos lentos.

Porém, mesmo que ainda tímida, a presença cada vez maior de candidatas é algo fundamental para o fortalecimento da democracia, afinal, a representatividade feminina é extremamente necessária quando pensamos nas lutas pelos direitos das mulheres em um contexto no qual, como se sabe, ainda há muito preconceito, exclusão e violência contra elas.

O papel social da mulher e sua posição na sociedade brasileira ainda são permeados de contradições. Em termos quantitativos, basta analisarmos alguns dados apresentados pelo governo, observando-se que a participação das mulheres na Câmara dos Deputados é de 9% e, no Senado, de 10% do total.

Além disso, o número de governadoras de estado também ainda é muito pequeno!

Bom governante é aquele que tem compromisso com a democracia e com a coletividade, seja homem ou mulher. Assumamos nosso papel!