Dia 13 de março de 2016, o início da mudança que queremos para o Brasil

No último domingo (13), o Brasil demonstrou de forma única a força da população nas ruas. O protesto contra a presidente Dilma e o ex-presidente petista em São Paulo foi considerado o maior ato político já registrado na cidade, superando até mesmo a manifestação pelas Diretas Já, em 1984.

Por todo o país, milhares de pessoas se mobilizaram pedindo o fim da corrupção. O juiz Sergio Moro também foi lembrado como alguém que tem ajudado a colocar na cadeia parte dos envolvidos na Operação Lava Jato.

A organização do evento calculou que somente na Avenida Paulista participaram 2,5 milhões de pessoas, contra 1,4 da Polícia Militar. No Nordeste, onde tradicionalmente o PT obtém a maioria de seus votos, mais de 200 mil pessoas foram às ruas. E por todo país a estimativa é que o número de manifestantes tenha ultrapassado os 6,5 milhões. Independente dos números oficiais, o recado das ruas foi: “Acabou”.

Está claro que a presidente Dilma não tem condições políticas e morais para permanecer no cargo. O maior escândalo de corrupção do país aliado à crise política enfraquecem cada vez mais a economia e aumentam o desemprego e a recessão.

As manifestações de ontem serviram como termômetro para a permanência ou não da base aliada no governo federal, e esse posicionamento é fundamental para o futuro político do Brasil.

Está claro ainda que ficou impossível para a presidente Dilma viabilizar novas propostas para retomar a confiança de setores da economia, quando o próprio governo não faz nenhuma autocrítica e não responde às demandas da sociedade. Em nota, o governo afirma que “o país demonstra maturidade e que sabe conviver com opiniões divergentes”, e nada além.

Diante da força do movimento das ruas, reascendeu no congresso a necessidade de avançar com o pedido de impeachment da presidente Dilma, como único caminho para a retomada do crescimento e da credibilidade do país. O STF (Supremo Tribunal Federal) deve julgar hoje os embargos sobre a Comissão do Impeachment e, se for dado prosseguimento ao pedido, a Câmara tem 15 dias para a instalação do processo.

O povo brasileiro está de parabéns! O dia 13 de março de 2016 ficará na história como o início da mudança que queremos para o país.

A nossa bandeira jamais será vermelha!

Conteúdos relacionados

Solidariedade
Pelo fim da doação de empresas nas eleições
Regulamentação da vaquejada garante mais de 700 mil empregos
David Martins: “venha construir um Brasil melhor”!