Zé Silva articula retomada de obras paradas no Ceará

Na última semana, o deputado Zé Silva (MG) comandou uma visita ao Ceará da Comissão Especial de Obras Paradas. Entre as construções vistoriadas estavam a do Anel Viário, iniciada em 2012 e ainda não concluída, e a de ampliação do terminal de passageiros do Aeroporto Pinto Martins, parada desde 2014.

De acordo com o Tribunal de Contas da União, 39,6% das obras param por falha nos projetos executivos e outras 9,8% por problemas de licenciamento ambiental. A maioria refere-se a quadras esportivas em escolas, creches, obras de saneamento, rodovias e infraestrutura. Zé Silva, que coordena a comissão, solicitou ao governo federal a retomada de 20% das edificações suspensas. “O presidente indicou a retomada de 27% das 1,6 mil obras paradas de pequeno porte, ou seja, cerca de 440 unidades que tenham licenciamento ambiental e projeto executivo aprovado”, explica.

Ao final dos trabalhos, a comissão vai produzir um relatório apontando causas, despesas e soluções para retomar as obras, além de sugestões de mudança nas leis. Para facilitar o acompanhamento desses casos, por exemplo, Zé Silva apresentou um projeto que cria um cadastro público na internet com todas as construções públicas federais paralisadas.