Violência contra mulheres aumenta em 30% no Brasil

O número de casos de violência contra mulheres em todo o país tem causado precaução neste começo de ano. As denúncias de violências contra as mulheres aumentaram em 30%, em 2018, com mais de 92 mil ligações para a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência.

A estimativa é que esses números ainda podem ser maiores, já que muitos casos não são registrados, seja por medo, preocupação ou outro motivo. Esse é um fator preocupante, já que 30% das mulheres assassinadas tem um histórico de agressão na família.

Se o ano passado já foi violento para as mulheres, 2019 começou com dados mais preocupantes ainda. Apenas nos primeiros dias, foram registrados casos de mortes em São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e outros estados.

Uma das principais providências é incentivar as mulheres a denunciar a violência e expandir a rede de delegacias especializadas em atendimento às mulheres, já que menos de 10% das cidades tem esse tipo de serviço.

Todo esse quadro mostra que é necessário cuidar desse problema com firmeza. A Secretaria Nacional da Mulher do Solidariedade acredita na igualdade de gêneros e trabalha para que esse tipo de violência acabe na sociedade brasileira.