Secretaria da Pessoa com Deficiência do Solidariedade promove o projeto “Fotografando com as diferenças”

Fotografando com as diferenças

O novo projeto da Secretaria da Pessoa com Deficiência do Solidariedade RS batizado de “Fotografando com as Diferenças” agitou o último fim de semana na capital gaúcha. Cerca de 17 pais de crianças com as mais variadas deficiências aceitaram o desafio proposto, de fazer uma sessão de fotos de seus filhos com fotógrafos também deficientes.

O evento foi realizado no Parque Germânia, no bairro Passo D’Areia, com o objetivo de dar visibilidade à causa.  A sessão de fotos teve início às 13h30min, com prioridade às crianças com transtorno do espectro autista.

Durante a sessão de fotos, foi realizado um bate-papo sobre inclusão e acessibilidade, frisando que todo ser humano deve ser lembrado por suas habilidades e não por suas limitações. A atividade contou com a presença do presidente estadual do Solidariedade, vereador Clàudio Janta.

Os fotógrafos da primeira edição do Fotografando com as Diferenças foram Paulo Lima, do Studio’s Paulo Limma, cadeirante e fotógrafo de festas, eventos e books, e Valdir da Silva, cego que se guia para realizar seus registros através do som e do tato. “É preciso criar o acesso humanitário”, defende.

No apoio, participaram a fotógrafa Mariane Moura, que registrou o trabalho de ambos através do projeto, capitaneado por Carlla Slongo e voluntários da Secretaria da Pessoa com Deficiência. O resultado dos trabalhos será publicado ao longo da semana e deverá se tornar uma exposição itinerante.