Lideranças sindicais do Paraná aderem ao Solidariedade

O recém-criado Partido “Solidariedade” começa a ganhar corpo no Paraná. Em reunião realizada em São José dos Pinhais, lideranças sindicais filiadas à Força Sindical-PR aderiram ao novo Partido. O primeiro encontro do Partido no Estado reuniu também várias lideranças comunitárias, além de 30 vereadores de vários municípios paranaenses.

Dentre os sindicalistas que assinaram sua ficha de filiação ao Partido estão dirigentes de categorias importantes do Estado, como Sergio Butka (pres. da Federação dos Metalúrgicos do Paraná e do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba), Nelson Silva de Souza, o Nelsão (pres. da Força Sindical-PR e 2º vice do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba), Anderson Teixeira (pres. do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região), Ariosvaldo Rocha (pres. do Sindicato dos Comerciários de Curitiba e Região) e Sebastião Raimundo da Silva (pres. do Sindicato dos Metalúrgicos de Londrina).

Para os sindicalistas, o Solidariedade nasce com o intuito de resgatar o viés trabalhista dentro da politica nacional, que hoje se encontra esquecido tanto pelo governo como pelos partidos. “É para que os trabalhadores voltem a ter voz dentro da política nacional que fundamos o Solidariedade.  Chega de ficar  fazendo uma peregrinação exaustiva e, muitas vezes, sem sucesso nos partidos existentes para que esses venham a defender projetos de interesse dos trabalhadores. Temos muitas reivindicações paradas no Congresso Nacional que não avançam porque a maioria do Parlamento é ligada à classe empresarial. Este é o pontapé inicial de um grande projeto nacional de luta pelos direitos dos trabalhadores também na esfera política”, disse Sérgio Butka.