Lidera+: mulheres se preparam para os desafios de 2020

O módulo IV do Lidera+ foi de aprofundamento do aprendizado. Foram abordados diversos temas relacionados a comunicação e as participantes aprovaram o conteúdo oferecido.

“Aprendi muito com os ensinamentos adquiridos nesse final de semana. Acredito que os assuntos ensinados aqui agregam valor ao nosso cotidiano na política e nos ajuda a alcançar mais pessoas”, afirmou Susana Brandão, de Manaus.

A participante de Brasília, Valéria Brandão, também acredita que o Lidera+ contribui para melhorar o trabalho político. “O curso é enriquecedor porque a cada módulo aprendemos mais. E as mulheres precisam estar capacitadas politicamente para enfrentar o preconceito que existe no meio”, afirmou Valéria.

Além do aprendizado, as mulheres aderiram as campanhas importantes, como o Novembro Azul, de prevenção ao câncer de próstata.

 

Programação de domingo

Na primeira palestra as participantes aprenderam o segredo dos blogueiros de sucesso. As dicas foram dadas pela coordenadora de Comunicação do Solidariedade, Edna Viana. Segundo a palestrante, a dedicação e o planejamento são um dos elementos para vídeos atraentes e que atendam a expectativa do público-alvo.

Após aprenderem a criarem vídeos para o YouTube e IGTV, as mulheres assistiram a palestra sobre construção de políticas públicas, ministrada pelo consultor técnico da Fundação 1° Maio, Diógenes Sandim.

Os ensinamentos técnicos sobre a política continuaram com a palestra “Orçamento federal”, ministrada pelo assessor Técnico em Orçamento da Liderança do Solidariedade, Paulo Tiago Almeida. Para complementar o assunto, o assessor parlamentar, João Carlos, explicou sobre “Portais de acesso à informação.

Já o secretário-geral nacional do Solidariedade, Luiz Adriano, explicou sobre a comunicação institucional. “É importante que o diálogo entre partido e militantes seja o melhor possível para o crescimento da legenda, para o desenvolvimento de nossa militância e do nosso quadro político”, relatou.

O funcionamento da Plataforma Systêmica foi explicado pela consultora da Fundação 1° de Maio, Monique Mondêgo. Ela esclareceu que o sistema está disponível no site da Fundação, para filiados do partido, onde estão projetos de políticas públicas em diversas áreas, como saúde, educação, entre outros.

Para fechar o módulo IV, a presidente da Fundação 1° de Maio, Samanta Costa, explicou sobre o trabalho que as participantes terão que entregar no final do curso.

 

Primeiro dia do módulo IV

Sábado, 9, a primeira palestra abordou a comunicação não-violenta, ministrada pela economista e psicóloga, Isla Gonçalves.

Para reforçar o poder da comunicação a coach, Thais Alves, ressaltou o poder de comunicar-se bem não apenas por meio das palavras, mas dos gestos e das atitudes.

Logo depois das palestras, as especialistas realizaram oficinas para colocar em prática todo aprendizado.

Outro assunto abordado durante o Lidera+ foi explicado pela advogada e consultora da Fundação 1° de Maio, Dra. Denise Neri, que deu várias dicas sobre planejamento orçamentário para campanha.

Por meio do ensinamento, as mulheres aprenderam a orçar os custos para prepararem uma campanha eficaz sem muitos gastos.

Durante o evento, o vice-presidente da Fundação 1° de Maio, Sandoval Fernandes, ressaltou o papel das mulheres na sociedade e na política. “Acreditamos no poder das mulheres como representantes políticas e, por isso, organizamos o Lidera+. Queremos que vocês saiam preparadas para fazerem a diferença”, afirmou.

Clique aqui e confira as fotos dos dois dias de curso.