Líder do Solidariedade em Salvador propõe Dia Municipal da Inclusão Social da População de rua

Estima-se que Salvador tenha cerca de quatro mil pessoas vivendo nas ruas e, com o objetivo de incentivar mudanças na vida desses indivíduos, reintegrando-os na sociedade, o vereador Geraldo Júnior, líder do partido Solidariedade em Salvador, propôs o Projeto de Lei nº 43/2016, que visa instituir o dia municipal da inclusão social da população em situação de rua. “Trata-se de um resgate de cidadania. A ideia é chamar atenção para o tema, para importância de se garantir a essa fatia da população o acesso e também oportunidades de desenvolvimento social que são garantidos aos cidadãos brasileiros, acesso à saúde, educação, a uma moradia digna.

É uma forma de lembrarmos, debatermos e incentivarmos mudanças dessa dolorosa realidade”, disse o 1º vice-presidente da Câmara Municipal de Salvador. O dia da Inclusão Social será comemorado todo ano no dia 10 de dezembro e passará, após aprovado e sancionado, a integrar o calendário oficial da cidade. “No dia 10 de dezembro também é o Dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos e essa data é de grande importância para a sociedade, pois garante a todos o direito à liberdade, vida, segurança e dignidade”, ressaltou o parlamentar.