Deputados entregam pedido de impeachment de Dilma à Câmara

Líderes da oposição entregaram nesta quinta-feira (17) o pedido de impeachment da presdiente Dilma Roussef à Câmara dos Deputados. O documento foi assinado pelos juristas Miguel Reale Júnior e Hélio Bicudo.

“Iniciamos o processo para valer. Vamos juntos, com mobilização total da sociedade, para que possamos definitivamente resolver essa situação e o país volte a crescer, se desenvolver e gerar empregos”, disse Paulinho da Força, deputado federal e presidente nacional do partido Solidariedade.

A ação, articulada pelo movimento pró-impeachment , composto por líderes de PSDB, PP, PPS, DEM e Solidariedade, começou no dia 10 de setembro. Na ocasião, foi lançado também o site www.proimpeachment.com.br, onde os cidadãos podem colaborar com assinaturas à petição.

O presidente da Câmara, Educardo Cunha (PMDB-RJ), recebeu o documento e vai analisar se há embasamento jurídico para acatá-lo. Caso seja aceito, o pedido de impeachment vai à votação em plenário e precisa de 342 votos (dois terços dos deputados) para ser aprovado.