Deputado Zé Silva pede audiência sobre a paralisação das obras barragem de Berizal (MG)

A Comissão de Agricultura da Câmara promoverá nesta terça-feira (22), a pedido do deputado Zé Silva (Solidariedade-MG), audiência pública para debater a paralisação das obras barragem de Berizal, que irá perenizar o Rio Pardo e abastecer os municípios de Taiobeiras, Berizal, Indaiabira, Ninheira, Rio Pardo de Minas e São João do Paraíso, em Minas Gerais. A obra visa o abastecimento de água para o consumo humano e dos animais, além de propor a irrigação de cerca de 10 mil hectares, possibilitando a criação de mais de 50 mil empregos diretos e indiretos.

Para Zé Silva,  a paralisação da obra da barragem está causando um prejuízo financeiro incalculável, pois causa a deterioração das obras já executadas, além de prejuízo econômico, social e político ao Vale do Alto Rio Pardo e a toda região.

Ao defender a retomada da construção da barragem, o parlamentar afirma que a obra é uma questão de sobrevivência para os moradores da região, que sofrem com os efeitos da seca. “Enquanto eu tiver voz no Congresso Nacional irei lutar por essa nobre causa. A falta de entendimento entre as autoridades está cerceando o direito das pessoas desfrutarem de um bem comum”, explica Zé Silva.

Foram convidados para a audiência pública representantes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), da Fundação Rural Mineira (Rural Minas), da ONG Amigos da Água, do Instituto Vidas Áridas de Montes Claro, da Agência Nacional de Águas e do Movimento dos Atingidos por Barragens. Além das associações: Comercial, Industrial e de Serviços de Taiobeiras (ACIT); e dos Municípios da Microrregião do Alto Rio Pardo (Amarp) e do Prefeito de Berizal, Valdeni Merileres dos Santos.

Barragem Berizal

Iniciada em 1997, a construção da barragem Berizal está embargada desde 2002, pelo Conselho de Política Ambiental (Copam), a pedido da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam), devido a uma série de problemas. Entre eles, a falta de licenciamento ambiental.

A Barragem de Berizal tem a finalidade primordial de perenizar o Rio Pardo e seus afluentes, visando o abastecimento de água para o consumo humano e dos animais e também irrigar cerca de 10 mil hectares, possibilitando criar mais de 50 mil empregos diretos e indiretos. A sua construção teve início em 1997, sob a gestão do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e, com sua conclusão, uma população superior a 210 mil pessoas será efetivamente beneficiada.

Durante uma audiência pública, promovida pela própria Comissão de Agricultura, na quinta-feira (17), com a participação do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, o parlamentar cobrou mais atenção para as obras da barragem.

“A Barragem de Berizal se apresenta como fator importante para o desenvolvimento econômico e qualidade vida para a região do Alto do Rio Pardo e de todo o Norte do Estado. Precisamos retomar essas obras e dar toda atenção possível para essa localidade”, afirma o parlamentar.

O ministro afirmou que o Governo Federal vai reativar as obras da barragem ainda este ano.

Fonte: assessoria de imprensa – deputado Zé Silva