Aprovado projeto do vereador Clàudio Janta que institui o Dia Municipal da Mulher Negra

O projeto do vereador Clàudio Janta, do Solidariedade, que inclui o Dia Municipal da Mulher Negra no Calendário de Datas Comemorativas do Município de Porto Alegre, foi aprovado com unanimidade pelos vereadores nesta última segunda-feira (15). A data, celebrada em 25 de julho, faz alusão àquele dia, no ano de 1992, que marcou o encerramento do 1º Encontro de Mulheres Negras da América Latina e do Caribe, que reuniu representantes de mais de 70 países em Santo Domingo, na República Dominicana. Na data, o papel das mulheres negras ao redor do mundo foi objeto de reflexão e celebração.

“Mulheres que, mesmo donas de trajetórias diferentes, em diferentes realidades, compartilham batalhas pela própria sobrevivência, de suas famílias e de suas comunidades. Nesta peleja dificultada pelo racismo, elas ainda enfrentam o sexismo presente em inúmeras situações cotidianas e, a partir destas lutas, buscam transformar as sociedades em que vivem. A criatividade para driblar diferentes formas de opressão nos remete à memória as guerreiras que, desde a escravidão, têm que recriar formas de resistência”, observa o vereador.

Janta ainda frisa que, em resposta à violência e invisibilidade, estas mulheres desenvolveram “uma feminilidade guerreira” e “uma possibilidade de ser mulher diferente da passividade que o pensamento hegemônico espera”. Ao organizarem-se em nome das lutas pela transformação social, pelo fim do racismo, do sexismo, da lesbofobia e das diferentes formas de opressão, as mulheres negras, enquanto movimento social, denunciam a invisibilidade que as exclui e participam do cenário político de forma íntegra e resistente.