Amapá

O presidente do Solidariedade do Amapá e deputado estadual, Max Ney Machado participou da reunião com a direção nacional do Solidariedade, acompanhado do secretário-geral, Marcelo Nascimento e do assessor jurídico Marlos Gonçalves.

Para o presidente estadual do partido, Max Ney, as eleições municipais de 2016 foi um teste para o Solidariedade que precisou usar muita estratégia. Além das dificuldades de recursos, o presidente afirmou que entrou no partido muito próximo do pleito municipal, em maio, o que dificultou bastante o trabalho no estado.

Segundo ele, para as próximas eleições, o Solidariedade Amapá já começou a trabalhar para atrair líderes políticos e pessoas interessadas a se filiar.”Essa eleição foi a atípica para nós, mas estamos nos esforçando para resolver os problemas pendentes e, assim, organizar o partido no estado”, afirmou.