Setor de serviços fica estável em maio, diz IBGE – R7

O setor de serviços ficou estável em maio em comparação ao mês anterior, segundo a PMS (Pesquisa Mensal de Serviços), divulgada nesta sexta-feira (12) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O resultado foi influenciado pelos transportes, que foi a única das cinco atividades pesquisadas que registrou queda (-0,6%).

O gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo, diz que se levarmos em conta os cinco primeiros meses do ano, os transportes, principalmente o rodoviário, foram um dos principais entraves para o crescimento do setor, que teve três resultados negativos no ano.

“Existe um movimento de aderência entre o setor de transportes e a indústria. Como grande parte da nossa produção é escoada pelas estradas, à medida que a produção industrial não cresce, não há necessidade de contratar o serviço de transporte de cargas”, explica.

As atividades em alta são os serviços de informação e comunicação (1,7%), que assinalam a segunda taxa positiva seguida, outros serviços (2,6%), serviços profissionais, administrativos e complementares (0,7%) e serviços prestados às famílias (0,5%).

Já em comparação com o mesmo período de 2018, o setor cresceu 4,8%. De janeiro a maio deste ano, o setor acumula alta de 1,4%.

Nos últimos 12 meses a taxa ficou em 1,1%.

Continue lendo