Palavra final sobre impeachment de Dilma será dos deputados – Paulinho da Força

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) leu em plenário resposta à questão de ordem formulada pelo Solidariedade e demais partidos de oposição (DEM, PSDB, PPS, PSC e PTB) sobre a tramitação do pedido de impeachment.

De acordo com Cunha, não cabe a ele, como presidente da Câmara, decidir se a presidente Dilma Rousseff pode ser responsabilizada por atos cometidos na gestão anterior, mas sim aos deputados da comissão especial, que será formada em caso de aceitação da denúncia, e do plenário.

Continue lendo