Nova Previdência: Proposta pode ser desidratada para R$ 700 bilhões, diz XP – R7

A economia da Reforma da Previdência em dez anos poderá cair para R$ 700 bilhões. Esta é a projeção da XP Investimentos, segundo relatório datado desta segunda-feira (17), no qual os analistas ponderam provável desidratação.

Segundo a corretora, na última sexta-feira (14), Guedes não visualizou de forma interessante a economia prevista pelo relatório, de R$ 917 bilhões. “O compromisso com os servidores públicos do legislativo foi maior do que com as novas gerações”, afirmou o ministro da Economia. “As mudanças abortaram a reforma”, completou, em tom de descontentamento.

As declarações de Guedes incomodaram o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O deputado disse que o parlamento está blindado da “usina de crises” geradas pelo executivo. O desentendimento entre as partes provoca “fratura na relação mais próxima do Congresso com a equipe econômica, que contornava os problemas de articulação política do governo.”, afirma a XP.

Leve instabilidade

Outro episódio ocorrido que demostra certa instabilidade foi a saída do ex-presidente de BNDES, Joaquim Levy.

economista pediu demissão após o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, dizer que “sua cabeça estava a prêmio”. Bolsonaro não gostou do escolhido para o cargo de diretor de mercado de capitais, Marcos Barbosa Pinto, pelo seu trabalho prévio com o governo do PT.

Continue lendo