Justiça nega direito de resposta pedido por Lula contra o JN

O juiz da 7ª Vara Cível, Fernando de Oliveira Domingues Ladeira, da Comarca de São Bernardo do Campo, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, negou direito de resposta pedido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o Jornal Nacional. Lula fez o pedido por se sentir ofendido com a reportagem que foi ao ar na quinta-feira, dia 10 de março, sobre a entrevista dos promotores paulistas que ofereceram denúncia contra o ex-presidente no caso do triplex do Guarujá e pediram a sua prisão preventiva.

Os promotores acusaram Lula de ocultar a propriedade do imóvel, de falsidade ideológica e de lavagem do dinheiro. O ex-presidente sempre negou as acusações. O advogado de defesa do Jornal Nacional, Manuel Alceu Afonso Ferreira, argumentou que a edição do jornal naquele dia mostrou a íntegra da nota em que Lula rebateu a denúncia dos promotores, a mesma nota que foi publicada em jornais do Brasil e do exterior. E que também naquela edição, o Jornal Nacional divulgou a nota dos advogados de Lula em que refutavam as acusações.

Continue lendo