Inflação para idosos perde ritmo no terceiro trimestre de 2019, diz FGV – R7

A inflação para os idosos perdeu ritmo no terceiro trimestre de 2019, segundo o IPC-3i (Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade), divulgado pela FGV (Fundação Getulio Vargas) nesta sexta-feira (11).

O indicador registrou taxa de 0,48% frente a 0,97% no segundo trimestre do ano. A pesquisa aponta que seis das oito classes de despesas analisadas desaceleraram no período.

Os preços do tomate, gasolina, batata inglesa, cenoura e alface ficaram mais baratos no período. Estes itens foram as maiores influências negativas do período.

Em contrapartida, os produtos que ficaram mais caros foram a tarifa de eletricidade residencial, plano e seguro de saúde, condomínio residencial, mão de obra para reparo de residências e cebola.

A inflação registrou taxa de 3,78% nos últimos 12 meses.

O IPC-3i mede o impacto da inflação da cesta de consumo para famílias compostas majoritariamente por pessoas com mais de 60 anos.

Continue lendo