Eleitores com deficiência têm até amanhã para solicitar transferência para seção especial de votação — TSE

Termina nesta quarta-feira (9) o prazo para que o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicite transferência para uma seção eleitoral com acessibilidade. Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que o Brasil tem quase 863 mil eleitores com deficiência, 311 deles no exterior. A Justiça Eleitoral trabalha intensamente para promover o acesso amplo e irrestrito desses eleitores ao processo eleitoral com segurança e autonomia.

Esses locais de votação, distribuídos estrategicamente entre as zonas eleitorais, contam com uma estrutura diferenciada e com equipamentos que auxiliam no processo de votação. São instalados, no dia da eleição, rampas e elevadores para atender cadeirantes e idosos, por exemplo. Além disso, nesses locais de votação, fones de ouvidos são acoplados às urnas para que cegos e outros que necessitem do dispositivo possam votar com tranquilidade. O sistema de áudio, o teclado em Braille e a marca de identificação da tecla 5 na urna eletrônica foram todos desenvolvidos pela Justiça Eleitoral.

O eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida tem até 90 dias antes do pleito para comunicar ao juiz eleitoral suas restrições e necessidades, a fim de que sejam providenciados os recursos para facilitar o exercício do voto. Os procedimentos que devem ser adotados para atender de forma adequada esse público estão previstos na Resolução TSE nº 21.008, aprovada em 2002.

Continue lendo