Direito de acesso à terra e às raízes das mulheres rurais – MDA

Na área rural de Araguaína, no norte de Tocantins, a agricultora familiar Fernanda Pereira de Souza, 34 anos, sonha com o futuro da sua propriedade. Recentemente, ela recebeu o título das terras que ocupa por meio do Programa Terra Legal, coordenado pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e de Desenvolvimento Agrário (Sead). Fernanda cresceu na roça, vendo os pais cuidarem da propriedade de terceiros. “É uma segurança jurídica para mim e para os meus filhos. Ninguém vai poder nos tirar daqui. A partir de agora poderei investir com tranquilidade na minha produção. Pretendo fazer o que não consegui ainda”, acredita.

Continue lendo