Brasil é voto isolado na OIT e ameaça deixar convenção sobre povos indígenas | Valor Econômico

O governo brasileiro ameaça na Organização Internacional do Trabalho (OIT) sair de uma convenção que trata dos direitos dos povos indígenas, no que seria mais um reposicionamento de Brasília na cena internacional.

Isso ocorre em reação a um “plano estratégico de engajamento” do secretariado da OIT para ter poder de promover reuniões e eventos e disseminar ativamente, como “ponto de vista da OIT”, documentos e mensagens sobre a convenção 169, que trata dos direitos dos povos indígenas e tribais.

Continue lendo