BC reduz juro básico para 6% ao ano e sinaliza mais cortes – DCI

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu cortar, ontem, por unanimidade, a taxa básica de juros (Selic) em 0,50 ponto percentual, para 6% ao ano, menor patamar histórico.

A taxa ficou estagnada em 6,50% durante 16 meses. Até ontem, a maioria dos analistas do mercado financeiro se dividia entre um corte de 0,25 ou de 0,50 ponto porcentual. Uma das mudanças ocorridas no comunicado do Copom, entre a reunião de junho para a de ontem, é que o BC passou a admitir que houve avanços nas reformas fiscais.

“O Copom reconhece que o processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira tem avançado, mas enfatiza que a continuidade desse processo é essencial para a queda da taxa de juros estrutural e para a recuperação sustentável da economia”, destacou o BC.

A autoridade monetária ressaltou também que pode realizar cortes adicionais, porém não especificou se isso deverá ocorrer já na próxima reunião, nos dias 17 e 18 de setembro de 2019. “O Comitê avalia que a consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva deverá permitir ajuste adicional no grau de estímulo. O Copom enfatiza que a comunicação dessa avaliação não restringe sua próxima decisão”, esclarece.

Além disso, o BC ressaltou que indicadores recentes da atividade econômica sugerem possibilidade de retomada do processo de recuperação da economia brasileira.

Continue lendo